• A Consultora de Negócios

Venda Direta: Descubra o que é e como aplicar no seu negócio!

Atualizado: Jun 11

Você sabia que a Venda Direta é uma das melhores formas de fidelizar os seus clientes?




A Venda Direta surgiu no século XIX, na Europa e nos Estados Unidos. Hoje, é considerado um dos meios mais consolidados de vendas.

Muitas empresas surgiram por intermédio desta forma de comercialização. Um dos exemplos mais clássicos é a Avon. Ela é uma das gigantes dos cosméticos no mundo todo

Mesmo com o crescimento, esta empresa utiliza fortemente a Venda Direta para comercializar os seus produtos. Isso mostra que é possível ter muito sucesso utilizando esta técnica.

Pensando nisso, preparamos um artigo completo com tudo o que você precisa saber sobre este método de vendas e como utilizar hoje mesmo no seu negócio.

Assim, a Venda Direta é uma técnica utilizada para comercialização de produtos sem a necessidade de intermediadores. Ou seja, você mesmo pode produzir e vender. Ou ter funcionários para essa etapa.

Muito conhecida também como venda door-to-door (porta em porta). Em que você apresenta o produto ao cliente. Esta é uma venda personalizada.

Hoje, há vários outros meios de chegar até o cliente. Por exemplo, com catálogos, em que a pessoa pode conhecer mais o produto e ter uma ideia de como utilizá-lo. Continue lendo para aprender tudo sobre isso!


O que é venda direta




A Venda Direta é a atividade de comercialização com foco no consumidor. Você utiliza da comunicação direta vendedor-cliente para realizar as suas vendas.

O órgão mundial que controla o setor é o Word Federation of Direct Selling Associations (WFDSA). Hoje há mais de 60 países associados.

Para este tipo de comercialização, você não precisa ter um estabelecimento fixo. Ou locais que comercializem os seus produtos ou serviços.

Você pode visitar os seus clientes. Esta pode ser uma excelente estratégia de vendas para o seu negócio. Principalmente se você está iniciando e quer capturar clientes.


Como funciona o sistema de venda direta





Este é o sistema mais clássico e flexível de comercialização de produtos e serviços. A Venda Direta utiliza de quatro bases: porta-a-porta, catálogos e party-plan e consultoria.


Entenda cada um:


Porta-a-porta


Essa técnica é a raiz das Vendas Diretas. Os vendedores traçam uma rota e vão às casas vender os produtos ou serviços.

Desta forma, eles podem mostrar detalhadamente sobre o que estão vendendo. E também tirar todas as dúvidas dos possíveis clientes.

O mostruário de produtos é muito importante. O estudo do público-alvo permite que você escolha os produtos mais relevantes e preferidos.

Uma das vantagens desta estratégia é que o você pode utilizar o contato personalizado para oferecer descontos, preços diferenciados ou brindes para motivar a compra.


Catálogos


A partir do desenvolvimento do catálogo, você deve disponibilizar todas as informações relevantes sobre os produtos ou serviços.

Com essa ferramenta, você deve apostar na organização dos itens e na qualidade das imagens apresentadas. Essa será a primeira impressão do cliente.

O catálogo permite chegar até o público que tem pouco tempo disponível ou que prefere comprar sem sair de casa. Além disso, as pessoas podem escolher com mais calma.


Party-plan


party-plan é um encontro promovido pelo vendedor para a apresentação dos seus produtos ou serviços. Essa ação geralmente é realizada na casa de uma anfitriã.

Esta estratégia é muito utilizada no ramo dos cosméticos e utensílios de cozinha. A revendedora faz uma reunião com as clientes para demonstração dos itens.

Então, o público pode conhecer na prática como cada produto funciona. É uma melhores formas para influenciar na decisão de compra.

Além disso, pode ser uma boa ferramenta para atingir mais pessoas. Para a Venda Direta, a rede de contatos é crucial. Quanto mais clientes, mais vendas e lucros.


Consultoria


A consultoria está ligada à confiabilidade quanto ao produto oferecido. Disponibilizando essa estratégia, o vendedor passa a ideia de que conhece o que está vendendo.

Este é um aprofundamento da estratégia da venda de porta-em-porta. Neste caso, o diferencial é a capacitação do consultor.

Com a consultoria, você também pode oferecer vantagens, descontos e benefícios adicionais. Além disso, as recomendações dos produtos são importantes. Você demonstra que conhece bem o seu portfólio e cada cliente.

Para todos os casos, alguns dos fatores essenciais para efetivar as vendas: forma de apresentação, atendimento e criação de experiências únicas.

O pós-venda também é outro ponto importante. Com ele você mantém o contato com os seus clientes. E forma um ponte para oferecer mais produtos.


Venda Direta e Marketing Multinível é a mesma coisa?


A resposta é, não exatamente. A Venda Direta possui duas formas de remuneração: mononível e multinível. No primeiro caso, o revendedor ganha uma comissão, em torno de 30%, sobre os itens que vendeu.

O sistema multinível permite o oferecimento de oportunidade para mais pessoas entrarem no negócio. E também de gerar percentuais de ganhos sobre esses novos revendedores. Então, os ganhos são maiores.

O Marketing Multinível é baseado na meritocracia. Ou seja, quanto mais você se esforçar para vender e atrair novos vendedores, mais você pode ganhar.

Diferentemente do esquema Pirâmide de vendas, que é crime. Com o multinível, todos são beneficiados. Você pode aumentar a sua equipe de vendas e alavancar o seu negócio.


Vendas Diretas no Brasil





A Venda Direta iniciou no Brasil em 1942, com os famosos catálogos da Hermes. Desde então, esta forma de comercialização só cresce. Segundo a WFDSA, somos o sexto maior mercado do mundo.


Em 1980, foi criada a ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas). O objetivo deste órgão é desenvolver o setor. Trazendo segurança aos revendedores e consumidores.


Os últimos dados divulgados pela ABEVD, mostrou que este setor movimentou mais de R$ 19 bilhões apenas no primeiro semestre de 2017. E há mais de 4,5 milhões de empreendedores.

Mesmo com a crise econômica, o desempenho foi superior a muitos outros segmentos, como o varejo. Com a flexibilização e a entrada das Vendas Diretas no meio digital, a tendência é de crescimento nos próximos anos.


As áreas que mais utilizam esse método de comercialização no Brasil são:


  • Cosméticos

  • Acessórios (semi-jóias, bijuterias)

  • Perfumaria

  • Utensílios domésticos

  • Produtos de saúde (principalmente emagrecimento)

  • Moda íntima


Vantagens da venda direta


Antes de decidir se a Venda Direta é adequada para o seu negócio, você precisa conhecer todas as vantagens que ela pode oferecer. Confira abaixo:


Flexibilidade: diversos segmentos podem utilizar deste meio de comercialização. Hoje, há setores como eletrodomésticos e eletrônicos que estão apostando na Venda Direta.


Proximidade: este é um dos diferenciais desta estratégia. O vendedor tem mais proximidade com o cliente. O fato de ir até a residência já cria o vínculo de relacionamento.


Facilidade: para iniciar basta ter ideias e saber o que você quer vender. Não há necessidade de ser um especialista em vendas.


Personalização: ao estudar os seus clientes, você pode oferecer experiências únicas para cada pessoa.


Renda extra: a Venda Direta pode ser utilizada como a sua renda extra. Como vender cosméticos ou semi-joias, mesmo tendo emprego formal.


Custos: outro diferencial é o baixo custo. Como não há necessidade de ter um ponto de vendas, o investimento é baixo. Além disso, você pode expandir o negócio através da rede de contatos.


Treinamento: as empresas que promovem a Venda Direta investem em treinamento dos vendedores. É uma forma de vender cada vez melhor.


Cobertura: com esta técnica de vendas você pode atingir mais regiões, principalmente lugares mais afastados dos grandes centros. E também mais público, pois você pode comercializar onde quiser.


Ganhos: a Venda Direta é um meio muito lucrativo. Há muitas pessoas bem-sucedidas neste meio. É só acreditar e se dedicar!


Como ter sucesso com a Venda Direta



Para ser um vendedor de sucesso, primeiramente você precisa desenvolver algumas habilidades. Elas serão muito importantes para que você consiga alavancar a carreira. Confira:


Conhecimento


Conhecimento é fundamental para qualquer área, principalmente para vendas. Hoje com o mercado altamente competitivo, aprender novas técnicas, estar atualizado é fundamental para vender mais.

Há vários meios de aprender. Você pode ler os diversos artigos de blog e os livros sobre empreendedorismo. Os vídeos também são boas fontes para conhecer como funciona na prática.

E por fim, há os cursos sobre vendas. Que trazem com maior riqueza e detalhes todos os conhecimentos fundamentais para se tornar um vendedor de sucesso.


Definindo o nicho


Esse é um dos primeiros passos. Você precisa saber o que quer vender. Para definir, você pode escolher com base no seu conhecimento sobre a área, identificação com uma marca e investimento inicial.

Para saber se a empresa é confiável, você pode consultar o site da ABEVD. Lá estão disponibilizadas todas as organizações sérias que praticam a Venda Direta.

Outra maneira também pode ser por indicação de um revendedor. Assim, você pode seguir os passos de quem já chegou lá!


Encare como um trabalho


Para ter sucesso na Venda Direta você precisa levar a sério a sua atividade. Estabeleça uma rotina de atividades e horário, uma agenda é uma dos itens indispensáveis.

Faça um levantamento de pessoas interessadas no produto ou serviço que você está comercializando. Construa a sua carteira de clientes. E controle todas as suas vendas.

Tenha disciplina, como qualquer outro trabalho. Sempre focando na fidelização dos consumidores. Você verá que o resultado é compensador.


Acredite em você


Esta característica é essencial. A grande maioria dos vendedores começou do zero e hoje são bem-sucedidos. Tenha-os como sua referência.

Lembre-se também dos seus objetivos. Com a Venda Direta, você pode alcançá-los. Deixe de lado os comentários negativos e siga o que você acredita.

Tenha em mente que todos podem ter sucesso, basta dar o primeiro passo e persistência.


As modalidades mais praticadas de venda direta


Atualmente, a Venda Direta possui uma infinidade de áreas. É possível vender diversos tipos de produtos e serviços. Pois a técnica é bastante simples.


Os nichos mais comuns, geralmente, são voltados para o público feminino.


Este público procura por itens diferenciados e atendimento personalizado. Confira os segmentos mais praticados e as maiores empresas:


  • Cosméticos: Mary Kay, Avon e Natura

  • Saúde: Herbalife, Infinitus e Amway (maior do mundo)

  • Perfumaria: Jequiti, Hinode e Oceanic

  • Utensílios domésticos: Tupperware

  • Moda íntima: DeMillus

  • Alimentação: Cacau Show

  • Eletroeletrônicos: Polishop

  • Vestuário: Via Blumenau, Handara e Hermes (pioneira no Brasil)

  • Acessórios: Rommanel e Golfran

  • Casa: Vorwerk e Casa Vip Enxovais 


Grande parte das empresas concentram-se em produtos de beleza e perfumaria. E nos últimos anos, o setor de serviços demonstra interesse na Venda Direta, com é o caso da Viagens Wow. Que oferece pacotes de viagens e turismo.


O que seu negócio pode aprender e ganhar com a venda direta



A Venda Direta pode agregar muito no seu negócio. Principalmente se você está começando no mundo do empreendedorismo. 

Com esse método de vendas, você pode expandir a sua empresa de forma mais rápida e consistente. Além disso, o custo é baixo. Você mesmo pode começar.


A Venda Direta utiliza o raiz do marketing, que é passar a informação de pessoa a pessoa. Ao utilizar no seu negócio, as chances de vender logo no início são mais altas.

Ao optar pelo método multinível, a equipe aumenta de forma independente. E assim, você ganha muito mais. Tudo depende dos seus objetivos.


Além disso, ao ter revendedores independentes a possibilidade de crescimento da empresa é muito maior. Pois o resultado depende de cada um. E como o esforço determina os lucros, todos se mantém motivados.

A independência da equipe também é um ponto positivo da Venda Direta no seu negócio. Há sempre novos membros e inovação das ideias.


Conclusão: Avalie se a venda direta é um bom sistema para você


A Venda Direta é uma das formas mais primitivas de venda. E também uma das mais eficientes. Este segmento não para de crescer no mundo todo.


No Brasil, mesmo com a crise econômica, os setor apresentou bom desempenho, movimentando mais de R$ 19 bilhões em 2017. Consolidando-se o sexto maior mercado do mundo.


Essa estratégia de vendas consiste em: porta-em-porta, consultoria, catálogos e party-plan. Todas têm o mesmo fim, influenciar, capturar contatos e efetivar vendas.


Há diversas vantagens da Venda Direta como: independência, baixo custo e meritocracia. Hoje, há espaço para muitos negócios utilizarem essa técnica.


Os setores de cosméticos, perfumaria e utensílios domésticos são os maiores nichos que utilizam a comercialização direta. Apostando em produtos diferenciados e no relacionamento com o cliente.


Para definir a Venda Direta é um bom sistema, você deve primeiro conhecer o seu produto ou serviço. Definir os seus objetivos e ter auto-conhecimento sobre como você gosta de trabalhar.


Esta forma de vender é um trabalho como qualquer outro. Exige foco, disciplina e força de vontade para crescer no mercado competitivo. Acredite no seu potencial e boas vendas!




Fonte: http://vocevendedor.com.br/blog/venda-direta/

6 visualizações

Informações e Orçamentos

(27) 99252-8811

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por Andréia Fernandes | Orgulhosamente criado pela Info Tower Tecnologia.

  • Facebook
  • Instagram
whatsapp-png-cinza-3.png